D (Português)

From ArchWiki
Jump to navigation Jump to search
Status de tradução: Esse artigo é uma tradução de D. Data da última tradução: 2019-12-05. Você pode ajudar a sincronizar a tradução, se houver alterações na versão em inglês.

De Wikipedia:D (programming language):

"A linguagem de programação D, também conhecida simplesmente como D, é uma linguagem de programação de sistema multiparadigmático, orientada a objetos, de Walter Bright, da Digital Mars. D se originou como uma reengenharia do C++, mas, embora seja predominantemente influenciado por essa linguagem, não é uma variante dela. D redesenhou alguns recursos do C++ e foi influenciado por conceitos usados em outras linguagens de programação, como Java, C# e Eiffel".

Instalação

Para programar em D, você precisará de duas coisas - um compilador D e uma biblioteca. A maneira mais fácil de começar rapidamente é instalar o grupo de pacotes dlang-dmd. Ele fornecerá o compilador oficial (dmd), a biblioteca padrão libphobos e o dtools, uma coleção de pequenas ferramentas de desenvolvimento.

Testando a instalação

Para garantir que tudo esteja instalado e configurado corretamente, um programa simples de "Olá mundo" deve ser suficiente.

import std.stdio;

void main() {
   string seuNome = "archer";
   writefln("Olá, %s!", seuNome);
}

Cole o código em um arquivo, nomeie-o como hello.d e execute:

$ dmd hello.d

no mesmo diretório que o arquivo. Você deve ser capaz de executar o programa com:

$ ./hello

Você também pode executar

$ dmd -run hello.d

que simplesmente compila e executa sem deixar nenhum arquivo de objeto no diretório.

Considerações

No entanto, existem opções possíveis em relação ao compilador escolhido. O padrão (referência um) é dmd, mas gdc[link quebrado: replaced by gcc-d] (GNU D Compiler) e ldc (LLVM D Compiler) também são populares. Esses também estão na [community].

A partir de abril de 2017 o back-end do dmd agora é FOSS (licenciado pelo Boost). Todos os três compiladores compartilham o mesmo código de front-end e, portanto, têm suporte quase idêntico aos recursos da linguagem (assumindo a mesma versão de front-end).

Bibliotecas e bindings úteis

  • DDT - Plugin do Eclipse para projeto e gerenciamento de código em D
  • Mono-D - Complemento de MonoDevelop para programar em D
  • QtD - Bindings Qt para D
  • GtkD - Uma interface GTK orientada a objeto para D
  • Derelict - Bindings para bibliotecas de multimídias, com foco em desenvolvimento de jogo
  • Deimos - Um projeto que engloba vários bindings para diferentes bibliotecas C

Veja também