xinit (Português)

From ArchWiki
(Redirected from Iniciando o X no boot)
Jump to: navigation, search

Status de tradução: Esse artigo é uma tradução de Xinit. Data da última tradução: 2018-08-14. Você pode ajudar a sincronizar a tradução, se houver alterações na versão em inglês.

Do Wikipédia:

O programa xinit permite que um usuário inicie manualmente um servidor de exibição Xorg. O script startx(1) é um front-end para xinit(1).

xinit e startx aceitam um argumento opcional do programa cliente. Se você não fornecer um, eles procurarão ~/.xinitrc para executar como um script de shell para inicializar os programas clientes. Executar xinit /usr/bin/foo é, portanto, equivalente a executar xinit com exec foo em seu ~/.xinitrc.

xinit é normalmente usado para iniciar os gerenciadores de janela ou ambientes de desktop. Embora você também possa usar o xinit para executar aplicativos GUI sem um gerenciador de janelas, muitos aplicativos gráficos esperam um gerenciador de janelas compatível com EWMH. O ~/.xinitrc é útil para executar programas dependendo do X e definir variáveis de ambiente na inicialização do servidor X. O gerenciador de exibição inicia o Xorg para você e geralmente obtém o xprofile.

Instalação

Instale o pacote xorg-xinit.

Configuração

xinitrc

Se .xinitrc estiver presente no diretório home de um usuário, startx e xinit o executa. Do contrário, startx executará o /etc/X11/xinit/xinitrc padrão.

Nota: Xinit possui seu próprio comportamento padrão em vez de executar o arquivo. Veja xinit(1) para detalhes.

Este xinitrc padrão iniciará um ambiente básico com Twm, xorg-xclock e Xterm (supondo que os pacotes necessários estejam instalados). Portanto, para iniciar um gerenciador de janelas ou ambiente de desktop diferente, primeiro crie uma cópia do xinitrc padrão em seu diretório inicial:

$ cp /etc/X11/xinit/xinitrc ~/.xinitrc

Então, edite o arquivo e substitua os programas padrão pelos comandos desejados. Lembre-se que as linhas que seguem um comando usando exec serão ignoradas. Por exemplo, para iniciar xscreensaver em segundo plano e, em seguida, iniciar openbox, use o seguinte:

~/.xinitrc
...
xscreensaver &
exec openbox-session
Nota: No mínimo, certifique-se de que o último bloco if em /etc/X11/xinit/xinitrc esteja presente em seu arquivo .xinitrc para garantir que os scripts em /etc/X11/xinit/xinitrc.d são originados.

Programas de execução longa iniciados antes do gerenciador de janelas, como um aplicativo de proteção de tela e de papel de parede, devem ser separados ou executados em segundo plano anexando um sinal de &. Caso contrário, o script pararia e aguardaria a saída de cada programa antes de executar o gerenciador de janelas ou o ambiente de área de trabalho. Note que alguns programas não devem ser bifurcados (fork), para evitar bugs de corrida, como é o caso do xrdb. Acrescentar exec antes do comando substituirá o processo do script pelo processo do gerenciador de janelas, de modo que o X não saia mesmo que esse processo se bifurque ao segundo plano.

xserverrc

O arquivo xserverrc é um script de shell responsável por inicializar o servidor X. Ambos startx e xinit executam ~/.xserverrc se ele existir; caso contrário, startx usará /etc/X11/xinit/xserverrc.

Para manter um sessão autenticada com logind e para evitar contornar o bloqueio de tela alternando os terminais, o Xorg deve ser iniciado no mesmo terminal virtual onde ocorreu o login [1]. Portanto, é recomendado especificar vt$XDG_VTNR no arquivo ~/.xserverrc:

~/.xserverrc
#!/bin/sh

exec /usr/bin/Xorg -nolisten tcp "$@" vt$XDG_VTNR

Veja Xserver(1) para uma lista de todas as opções de linha de comando.

Dica: -nolisten local pode ser adicionado após -nolisten tcp para desabilitar soquetes abstratos de X11 para ajudar com isolação. Há uma rápida história por trás sobre como isso potencialmente afeta a segurança do X11.

Alternativamente, se você deseja que o X seja exibido em um console separado daquele onde o servidor é invocado, você pode fazê-lo usando o wrapper do servidor X fornecido por /usr/lib/systemd/systemd-multi-seat-x. Por conveniência, xinit e startx podem ser configurados para usar este wrapper modificando seu ~/.xserverrc.

Nota: Para habilitar novamente o redirecionamento da saída da sessão X para o arquivo de log do Xorg, adicione a opção -keeptty. Veja Xorg#Broken redirection para detalhes.

Uso

Para executar o Xorg como um usuário comum, use:

$ startx

ou

$ xinit -- :1
Nota: O xinit não oferece suporte a múltiplos displays quando outro servidor X já está iniciado. Para isso você deve especificar o display anexando -- :número_display, onde número_display é 1 ou mais.

Seu gerenciador de janela (ou ambiente de desktop) deve ser iniciado corretamente agora.

Para sair do X, execute a função de saída do seu gerenciador de janela (supondo que ele tenha uma). Se não tiver essa funcionalidade, execute:

$ pkill -15 Xorg
Nota: pkill vai matar todas as instâncias X em execução. Para matar especificamente o gerenciador de janela no terminal virtual atual, execute:
$ pkill -15 -t tty"$XDG_VTNR" Xorg

Inicializar automaticamente o X no login

Certifique-se de que startx esteja apropriadamente configurado.

Para o Bash, adicione o seguinte ao final do ~/.bash_profile. Se o arquivo não existir, copie uma versão esqueleto de /etc/skel/.bash_profile. Para Zsh, adicione-o a ~/.zprofile.

if [[ ! $DISPLAY && $XDG_VTNR -eq 1 ]]; then
  exec startx
fi

Você pode substituir a comparação -eq por uma como -le 3 (de vt1 a vt3) se quiser usar logins gráficos em mais de um terminal virtual.

Condições alternativas para detectar o terminal virtual incluem "$(tty)" = "/dev/tty1", que não permite comparação com -le, e "$(fgconsole 2>/dev/null || echo -1)" -eq 1, que não funciona em consoles seriais.

Se você quiser de permanecer autenticado quando a sessão X terminar, remova exec.

Veja também Fish#Start X at login e Systemd/User#Automatic login into Xorg without display manager.

Dica: Esse método pode ser combinado com login automático a um console virtual.

Dicas e truques

Sobrescrevendo xinitrc a partir da linha de comando

Se você tem um ~/.xinitrc funcionando, mas quer apenas tentar outro gerenciador de janela ou ambiente de desktop, você pode executá-lo emitindo startx seguido pelo caminho para o gerenciador de janela:

$ startx /caminho/completo/para/gerenciador-de-janela

Se o gerenciador de janelas recebe argumentos, eles precisam ser citados para serem reconhecidos como parte do primeiro parâmetro de startx:

$ startx "/caminho/completo/para/gerenciador-de-janela --key valor"

Note que o caminho completo é obrigatório. Opcionalmente, você também pode especificar opções personalizadas para o script #xserverrc anexando-as após -, por exemplo:

$ startx /usr/bin/enlightenment -- -br +bs -dpi 96

Veja também startx(1).

Dica: Isso pode ser usado para iniciar programas de interface gráfica comum, mas sem qualquer recurso de gerenciador de janela. Veja também #Inicializando aplicativos sem um gerenciador de janela e Executando um programa em uma tela X separada.

Alternando entre ambientes de desktop/gerenciadores de janela

Se você estiver alternando com frequência entre diferentes ambientes de desktop ou gerenciadores de janela, é conveniente usar um gerenciador de exibição ou expandir .xinitrc para tornar a troca possível.

O seguinte exemplo ~/.xinitrc mostra como iniciar um determinado ambiente de desktop ou gerenciador de janela com um argumento:

~/.xinitrc
...

# Aqui o Xfce é mantido como padrão
session=${1:-xfce}

case $session in
    i3|i3wm           ) exec i3;;
    kde               ) exec startkde;;
    xfce|xfce4        ) exec startxfce4;;
    # Nenhuma sessão conhecida, tenta como comando
    *                 ) exec $1;;
esac

Para passar o argumento sessão:

$ xinit sessão

ou

$ startx ~/.xinitrc sessão

Inicializando aplicativos sem um gerenciador de janela

É possível iniciar apenas aplicativos específicos sem um gerenciador de janela, embora provavelmente isso seja útil apenas com um único aplicativo mostrado no modo de tela cheia. Por exemplo:

~/.xinitrc
...

exec chromium

Com esse método, você precisa definir a geometria de cada janela do aplicativo por meio de seus próprios arquivos de configuração, se possível.

Dica: Esse método pode ser útil para lançar jogos gráficos, especialmente em sistemas em que a exclusão da memória ou do uso da CPU de um gerenciador de janela ou ambiente de desktop e possíveis aplicativos acessórios pode ajudar a melhorar o desempenho da execução do jogo.

Veja também also Gerenciador de exibição#Iniciando aplicativos sem um gerenciador de janela.

Faça redirecionamento usando startx

Veja Xorg#Broken redirection para detalhes.