Install from SSH (Português)

From ArchWiki
Jump to: navigation, search

Introdução

Este artigo possui o intuito de mostrar aos usuários como instalar o Arch através de uma conexão SSH. Considere esta forma de instalação a padrão nos seguintes cenários:

Instalando o Arch em um...

  • Home Theater Personal Computer(HTPC) sem um monitor conectado.
  • Um PC localizado em outra cidade, estado, país(casa do amigo, de um parente, etc.)
  • Um PC que pode ser tranquilamente instalado remoto, para que você possa desfrutar do conforto de sua Workstation com capacidades de copiar/colar coisas da Wiki do Arch.
Nota: Nas primeiras duas opções, o acesso físico a máquina é necessário. Obviamente, se estiver localizado em qualquer lugar longínquo, você deverá coordenar esforços com outra pessoa!

Boot através da midia

Inicie um ambiente Live CD/USB do Arch Linux

Configure o SSH no ambiente Live

Nota: Os seguintes comandos devem ser executados com o usuário root, motivo pelo qual existe o # antes dos comandos.

Neste exato momento, você deve estar logado como root(pois este é o comportamento padrão do livecd)

Configure então, a rede da máquina em questão.

Supondo que a conexão é através de uma rede cabeada, um dhclient ou dhcpcd é o suficiente para obter um lease. Para maiores informações, visite configurando a rede.

Se estiver em uma rede sem fio, os artigos configuração de rede sem fio e Wpa_supplicant dão maiores detalhes de como estabelecer uma conexão com o seu access point.

Logo após, execute o daemont do ssh

Em um livecd que utiliza o systemd: (2012.10.06 ou posterior)

# systemctl start sshd

Em um livecd que utiliza os initscripts: (pre-2012.10.06)

# rc.d start sshd

Finalmente, configure uma senha para o usuário root, necessária para a conexão; a senha padrão do Arch para o usuário root é a senha vazia.

Conectar ao PC destino através do ssh

Conecte a máquina destino através do seguinte comando:

$ ssh root@endereço.ip.do.destino

A partir daqui, a mensagem de bemvindo do ambiente live será exibida, e você será capaz de administrar a máquina como se estivesse sentado em frente ao teclado físico.

ssh root@10.1.10.105
root@10.1.10.105's password: 
Last login: Thu Dec 23 08:33:02 2010 from 10.1.10.200
[root@archiso ~]#

Notas

  • Se o computador destino está atrás de algum firewall/roteador, a porta 22(ssh) deverá ser obviamente encaminhada para o IP LAN da máquina em questão. O assunto de encaminhamento de portas não está no escopo deste guia.
  • Você pode editar o /etc/ssh/sshd_config no ambiente live para alterar a porta padrão de escuta do daemon do ssh se você desejar

Próximos Passos

O céu é o limite. Se você pretende apenas instalar o Arch, siga o guia de instalação. Já se o objetivo é editar/manipular uma instalação Linux que está com problemas, siga o artigo Instalando em um Linux já configurado.

Deseja que o grub2 utilize disco rígido GPT?

  • Particione manualmente o dispositivo utilizando o utilitário gdisk, instalado através do comando pacman -S gdisk antes de iniciar a instalação do Arch Linux
  • Instalar o grub2 é trivial a partir deste momento. Apenas execute o chroot no seu Arch recém-instalado e instale o grub2 assim:
cd /mnt
rm console ; mknod -m 600 console c 5 1
rm null ; mknod -m 666 null c 1 3
rm zero ; mknod -m 666 zero c 1 5
mount -t proc proc /mnt/proc
mount -t sysfs sys /mnt/sys
mount -o bind /dev /mnt/dev
chroot /mnt /bin/bash

Agora, de dentro do chroot:

pacman -S grub2
grep -v rootfs /proc/mounts > /etc/mtab

Edite od /etc/default/grub de acordo com suas necessidades. Instale o grub, e gere o grub.cfg

grub-install /dev/sdX --no-floppy
grub-mkconfig -o /boot/grub/grub.cfg
Nota: O procedimento acima assume que você deseja dar boot em um disco GPT, e que o usuário entende previamente os conceitos expostos nos artigos desta wiki, e mais, que a partição de 1M ef02 para o grub2 foi criada.

Quando estiver pronto para reiniciar no Arch, saia do chroot e desmonte as partições antes de efetuar o processo de reboot.

exit
umount /mnt/boot   # if mounted this or any other separate partitions
umount /mnt/{proc,sys,dev}
umount /mnt