Neovim (Português)

From ArchWiki
Jump to navigation Jump to search
Status de tradução: Esse artigo é uma tradução de Neovim. Data da última tradução: 2020-06-17. Você pode ajudar a sincronizar a tradução, se houver alterações na versão em inglês.

O Neovim é um fork do Vim com o objetivo de melhorar a experiência do usuário, plugins e GUIs.

Instalação

Instale o pacote neovim.

Nota: Com o neovim, alguns de seus recursos são delegados a "provedores" externos. Para provedores Python, use o pacote python-pynvim.

Também é possível instalar um das muitas GUIs e outros projetos relacionados (EN) (a maioria deles está no repositório oficial ou no AUR).

Configuração

O arquivo de configuração específico do usuário do Nvim está localizado em $XDG_CONFIG_HOME/nvim/init.vim, por padrão ~/.config/nvim/init.vim. O arquivo de configuração global é carregado a partir do $XDG_CONFIG_DIRS/nvim/sysinit.vim (por padrão /etc/xdg/nvim/sysinit.vim) se existir, ou se não existir, o /usr/share/nvim/sysinit.vim que não deve ser editado pelo usuário. [1] Por padrão, o antigo arquivo de configuração global não existe. Se você criar o arquivo anterior, poderá desejar que ele seja fonte do último se ainda desejar a funcionalidade que ele fornece, o que permite que os pacotes vim instalados pelo pacman funcionem com o Nvim.

O Nvim é compatível com a maioria das opções do Vim, no entanto, existem opções específicas para o Nvim. Para obter uma lista completa das opções do Nvim, consulte o Neovim ajuda (EN).

O diretório de dados do Nvim está localizado em ~/.local/share/nvim/ e contém swap para arquivos abertos, o arquivo ShaDa (Shared Data), e o diretório do site para plugins.

Migrando do Vim

Se você deseja migrar sua configuração existente do Vim para o Nvim, basta copiar o seu ~/.vimrc para ~/.config/nvim/init.vim. Se aplicável, copie o conteúdo do ~/.vim/autoload/ para o ~/.local/share/nvim/site/autoload/.

Configuração compartilhada entre Vim e Nvim

O Neovim usa $XDG_CONFIG_HOME/nvim ao invés de ~/.vim como seu principal diretório de configuração e $XDG_CONFIG_HOME/nvim/init.vim ao invés de ~/.vimrc como seu principal arquivo de configuração.

Se você deseja continuar usando o Vim e deseja criar sua configuração existente do Vim no Nvim, consulte o nvim-from-vim ou o comando do neovim :help nvim-from-vim.

Carregando complementos do vim

Tango-view-refresh-red.pngThis article or section is out of date.Tango-view-refresh-red.png

Reason: /usr/share/vim/vimfiles/ is added to runtimepath by /usr/share/nvim/archlinux.vim which is sourced by /etc/xdg/nvim/sysinit.vim.[2][3] (Discuss in Talk:Neovim (Português)#)

Se você deseja usar plug-ins, definições de sintaxe ou outros addons instalados para o vim, é possível adicionar o caminho de tempo de execução do vim padrão ao neovim, adicionando-o ao diretório rtp. Por exemplo, você pode executar o seguinte no nvim ou adicioná-lo à sua configuração do neovim:

set rtp^=/usr/share/vim/vimfiles/

Dicas e truques

Substituindo Vi e Vim por NeoVim

As variáveis $VISUAL e $EDITOR environment variables deve ser suficiente na maioria dos casos.

Alguns aplicativos podem codificar vi ou vim como editor padrão, para usar neovim em seu lugar, instale neovim-symlinksAUR ou neovim-drop-inAUR.

Ligando o init.vim para .vimrc

Como o neovim é compatível principalmente com o vim padrão, você pode vincular o nvim/init.vim para o seu antigo .vimrc para manter as opções de configuração antigas:

$ ln -s ~/.vimrc ~/.config/nvim/init.vim

Se você deseja que algumas linhas sejam específicas para cada versão, você pode usar um if para bloquear o seu arquivo .vimrc:

if has('nvim')
    " Neovim specific commands
else
    " Standard vim specific commands
endif

Adicionando suporte de cores verdadeiras ao neovim

Os READMEs desse projeto (EN) explica como adicionar o suporte "True Color" de 24 bits ao realce da sintaxe e como usar um seletor de cores para ver como fica em tempo real. Vem com o destaque da sintaxe do autor (se instalado) para C++.

Solução de problemas

O cursor não é restaurado para o estado anterior após a saída

Se depois de sair do cursor neovim ainda estiver piscando, veja a solução em FAQ neovim (EN).

Veja também