NetworkManager (Português)

From ArchWiki
Jump to: navigation, search

O NetworkManager é um programa que provê a detecção e configuração automática de redes para computadores. As funcionalidades do NetworkManager são úteis para redes sem fio e cabeadas. Nas redes sem fio, o NetworkManager terá preferência pelas redes que já conhece, e possui a habilidade para trocar para a rede mais confiável sempre que disponível. Aplicações preparadas para o NetworkManager podem trocar do modo online para o offline. O NetworkManager tem preferência pelas redes cabeadas em detrimento das wireless, e possui suporte a certos tipos de VPN. Foi originalmente desenvolvido pela Red Hat e agora, é hospedado no projeto GNOME.

Instalação

Basta instalar o pacote networkmanager. Este pacote não inclui o software de bandeja(tray) nm-applet, que é parte integrante do pacote network-manager-applet. Possui funcionalidades básicas de DHCP. Para que todas as funcionalidades estejam acessíveis, incluindo as que envolvem IPv6, instale o pacote dhclient.

Note: Garanta que nenhum outro serviço de configuração de rede esteja rodando; de fato, caso hajam vários eles irão conflitar. Você pode encontrar a lista dos serviços com systemctl --type=service e então poderá pará-los através do stop.

Suporte a VPN

O suporte a VPN é dado através de um sistema de plug-in. Instale o pacote do sistema de VPN que lhe for conveniente da seguinte lista:

Warning: Suporte a VPN é instável, verifique se os parâmetros dos serviços foram corretamente aplicados de acordo com o que foi configurado na interface gráfica a cada atualização de pacotes.[1] [2] FS#47535

PPPoE / DSL

Instale o pacote rp-pppoe para suporte a conexões PPPoE / DSL.

Front-ends

Para facilidade de configuração de novas redes, provavelmente usuários irão utilizar algum applet. Interfaces gráficas deste tipo geralmente ficam na área de notificação(tray) permitindo a seleção de redes e configuração do NetworkManager. Diversos tipos de applets existem para cada conjunto de interfaces gráficas.

GNOME

O network-manager-applet do GNOME funciona em todos os ambientes.

Para armazenar credenciais de conexões (Wireless/DSL) instale e configure o GNOME Keyring.

Esteja ciente que marcar a opção de conexão Tornar disponível para todos, fará com que o NetworkManager armazene as senhas arquivo texto, e tal arquivo só será acessível pelo usuário root ou outros usando o via nm-applet.

KDE Plasma

Instale o applet plasma-nm.

XFCE

Apesar do network-manager-applet funcionar no Xfce, para que as notificações sejam exibidas corretamente(inclusive as de erro), o nm-applet precisa de alguma implementação das especificações de notificação do Freedesktop (veja Projeto Galapago). Para habilitar tais notificações, instale o pacote xfce4-notifyd.

Sem este daemon de notificação, o nm-applet irá imprimir mensagens como as abaixo no stdout/stderr:

(nm-applet:24209): libnotify-WARNING **: Failed to connect to proxy
** (nm-applet:24209): WARNING **: get_all_cb: couldn't retrieve
system settings properties: (25) Launch helper exited with unknown
return code 1.
** (nm-applet:24209): WARNING **: fetch_connections_done: error
fetching connections: (25) Launch helper exited with unknown return
code 1.
** (nm-applet:24209): WARNING **: Failed to register as an agent:
(25) Launch helper exited with unknown return code 1

nm-applet funcionará normalmente, mas sem as devidas notificações.

Caso o nm-applet não exiba a tela de captura de senhas para a rede wifi, desconectando imediatamente após uma tentativa de conexão, você pode precisar do pacote gnome-keyring.

Caso o applet não apareça, instale o pacote xfce4-indicator-pluginAUR. [3]

Openbox

Para funcionar corretamente no Openbox, o applet do GNOME requer o pacote xfce4-notifyd para gerenciar as notificações pelos mesmos motivos do XFCE, e o pacote gnome-icon-theme para que o applet seja exibido corretamente na área de notificação.

Se você deseja armazenar credenciais de autenticação, poderá ter que configurar o gnome-keyring.

O nm-applet instala o arquivo de autostart /etc/xdg/autostart/nm-applet.desktop. Caso você tenha problemas(nm-applet iniciando duplicado ou não iniciando), veja Openbox#autostart ou [4] para obter a solução.

Outros desktops ou gerenciadores de janelas

Nos cenários restantes, é recomendado a utilização do applet GNOME. Certifique-se de que o pacote gnome-icon-theme está instalado, e para armazenar credenciais o GNOME Keyring configurado.

Para rodar o nm-applet sem uma área de notificação, você pode usar o trayer ou stalonetray. Exemplo de script para ser adicionado ao seu path:

nmgui
#!/bin/sh
nm-applet    2>&1 > /dev/null &
stalonetray  2>&1 > /dev/null
killall nm-applet

Ao fechar o stalonetray, também fechará o nm-applet economizando recursos logo após você terminar a configuração de rede.

Linha de comando

Os seguintes aplicativos são úteis para o gerenciamento de redes sem um servidor X.

nmcli

Um frontend de linha de comando, incluído no pacote networkmanager.

Para maiores detalhes veja nmcli(1). Exemplos:

  • Para conectar a uma rede sem fio:
    nmcli dev wifi connect <name> password <password>
  • Para conectar a uma rede sem fio através da interface wlan1:
    nmcli dev wifi connect <name> password <password> iface wlan1 [profile name]
  • Para desconectar uma interface:
    nmcli dev disconnect iface eth0
  • Para reconectar uma interface marcada como desconectada:
    nmcli con up uuid <uuid>
  • Para gerar uma lista dos UUIDs:
    nmcli con show
  • Para gerar uma lista das conexões e seus estados:
    nmcli dev
  • Para desabilitar a rede sem fio:
    nmcli r wifi off

nmtui

A interface em curses nmtui é parte integrante do pacote networkmanager.

Para maiores detalhes veja nmtui(1).

nmcli-dmenu

Outra alternativa existente é o pacote networkmanager-dmenu-gitAUR que é um pequeno script para gerenciar conexões do NetworkManager através do dmenu ao invés do nm-applet. Provê todas as funcionalidades essenciais já existentes no NetworkManager como conectar a redes cabeadas ou sem fio, criar novas conexões wifi, capturar senhas quando necessário, iniciar conexões de VPN já existentes, habilitar/desabilitar a rede e executar o utilitário gráfico nm-connection-editor.

Veja também