Arch User Repository (Português)

From ArchWiki
Revision as of 09:53, 18 June 2012 by Kynikos.bot (Talk | contribs) (rm temporary i18n template)

Jump to: navigation, search

Tango-preferences-desktop-locale.pngThis article or section needs to be translated.Tango-preferences-desktop-locale.png

Notes: please use the first argument of the template to provide more detailed indications. (Discuss in Talk:Arch User Repository (Português)#)
Summary help replacing me
An overview of the (unsupported) Arch User Repository.
Visão Geral
Os Pacotes no Arch Linux são construídos usando o makepkg e um script de construção personalizado para cada pacote (conhecido como PKGBUILD). Uma vez empacotado, o software pode ser instalado e gerenciado com o pacman. PKGBUILDs para software nos repositórios oficiais são disponíves na árvore do ABS; mais de milhares estão disponíveis no (não suportado) Arch User Repository.
Relacionados
AUR Helpers
AUR Trusted User Guidelines
Recursos
AUR Web Interface
AUR Mailing List

O repositório de usuário do Arch, Arch User Repository, (AUR) é um repositório dirigido pela comunidade para usuários do Arch. Ele contém descrições de pacotes (PKGBUILDs) que permitem a você compilar um pacote de um fonte com o makepkg e depois instalar via pacman. O AUR foi criado para organizar e compartilhar novos pacotes da comunidade e ajudar a acelerar a inclusão, dentro do repositório [da comunidade], dos pacotes populares. Este documento explica como usuários podem acessar e utilizar o AUR.

Um bom número de novos pacotes que entram para os repositórios oficiais iniciam no AUR. No AUR, usuários são capazes de contribuir com seus próprios pacotes (PKGBUILD e arquivos relacionados). A comunidade do AUR tem a capacidade de votar a favor ou contra os pacotes no AUR. Se um pacote se torna popular o bastante -- desde que tenha uma licença compatível e uma boa técnica de empacotamento -- ele pode ser colocado no repositório da [comunidade] (diretamente acessível pelo pacman ou abs).

Começando

Os usuários podem pesquisar e baixar os PKGBUILDs do AUR Web Interface. Estes PKGBUILDs podem ser construídos dentro dos pacotes instaláveis usando makepkg, e depois instalados usando pacman.

  • Leia o restante deste artigo para mais informações, incluindo:
  • Visite o AUR Web Interface para se informar sobre acontecimentos e atualizações. Lá você também encontrará estatísticas e atualizações das listas dos mais novos pacotes disponíveis no AUR.
  • Veja o #FAQ para respostas as questões mais comuns.
  • Você pode quere ajustar /etc/makepkg.conf para melhor otimizar a prioridade do seu processador para a construção dos pacotes do AUR. Uma melhora significante nos tempos de compilação pode ser realizada nos sistemas com multi processadores ao ajustar a variável MAKEFLAGAS. Os usuários podem também habilitar otimizações específicas do hardware no GCC via a variável CFLAGS. Veja o makepkg.conf para mais informações.
  • Instale a "base-devel" (pacman -S base-devel), porque os membros deste grupo não são explicitamente exigidosd pelos pacotes do AUR que podem não construir sem eles(mais informações aqui).

História

Os seguintes itens são listados por motivos históricos, somente. Eles têm sido substituídos desde o AUR e não mais disponibilizados.

No começo, havia ftp://ftp.archlinux.org/incoming, e as pessoas contribuiam simplesmente enviando o PKGBUILD, arquivos suplementares, e o próprio pacote construído para o servidor. O pacote e os arquivos associados mantiveram-se até o Gerente de Pacotes ver o programa e adotá-lo.

Em seguida, o Trusted User Repositories nasceu. Certos indivíduos na comunidade foram habilitados a hospedar seus próprios repositórios para qualquer um usar. O AUR expandido nesta base, com o objetivo de ser mais flexível e usável. De fato, os mantenedores do AUR ainda são referidos como TUs (Trusted Users).

Busca no AUR

O AUR pode ser encontrado aqui, e uma interface adequada para acessar o AUR de um script (por exemplo) pode ser encontrada aqui

As consultas de nomes de pacotes e descrições são como as feitas em MySQL. Isto permite critérios de busca mais flexíveis (e.g. tente pesquisar por 'tool%like%grep' em vez de 'tool like grep'). Se você precisa buscar por uma descrição que contenha '%', use '\%'.

Instalando pacotes do AUR

Instalar pacotes do AUR é um processo relativamente simples. Essencialmente:

  1. Adquira um PKGBUILD e qualquer outros arquivos requeridos (e.g. patches)
  2. Execute makepkg no diretório onde os arquivos foram salvos("makepkg -s" auto-resolverá as dependências com o pacman)
  3. Instale o pacote resultante com o pacman
$ pacman -U /caminho/para/pkg.tar.gz

AUR Helpers adicionam um acesso direto ao AUR. Eles variam nas suas funcionalidades, mas podem facilitar na busca,lançamento, construção, e instalação de PKGBUILDs encontrados no AUR. Todos os scripts podem ser encontrados no NÃO SUPORTADO.

Nota: Não há e nunca haverá um mecanismo oficial para instalação do material construído do NÃO SUPORTADO. Todos os usuários devem estar familiarizados com o processo de construção.

O que segue é um exemplo detalhado da instalação de um pacote chamado "foo".

Pré-requisitos

Primeiro, certifique-se de que as ferramentas necessárias estão instaladas. O grupo do pacote "base-devel" deve ser suficiente; ele inclui o make e outras ferramentas necessárias para a compilação do fonte.

Atenção: Os Pacotes no AUR assumem que o "base-devel" está instalado, e não listará membros deste grupo com dependências até se os pacotes não puderem ser construídos sem eles. Por favor, certifique-se que este grupo está instalado antes de se queixar sobre construções fracassadas.
# pacman -S base-devel

Escolha um diretório de construção apropriado. Um diretório de construção é simplesmente um diretório onde o pacote será criado ou "construído" e pode ser qualquer diretório. Exemplos dos diretórios mais comuns são:

~/builds

ou se usar o ABS (o Arch Build System):

/var/abs/local

Para mais informações sobre o ABS leia o artigo Arch Build System. O exemplo usará ~/builds como o diretório de construção.

Obter arquivos de construção

Obtenha o pacote no AUR. Isso é feito usando-se a opção de pesquisa (o campo de texto em cima da AUR home page). Clicar no nome do aplicativo, na lista da procura, mostra uma página de informações sobre o pacote. Leia a descrição para confirmar que esse é o pacote desejado, note quando o pacote foi atualizado pela última vez, e leia os comentários que houver.

Faça o download dos arquivos de construção necessários. A partir da página de informações sobre o pacote, faça o download dos arquivos de construção, clicando no link "Tarball" no lado esquerdo, perto do fim dos detalhes do pacote. Esse arquivo deve ser salvo no diretório de construção, ou copiado para esse diretório, depois do download. Neste exemplo, o arquivo é chamado "foo.tar.gz" (o formato padrão é <nome do pacote>.tar.gz, se ele foi submetido do modo certo).

Construa o pacote

Extraia o tarball. Mude o diretório para o de construção, se já não estiver lá, e extraia os arquivos de construção

$ cd ~/builds
$ tar -xvzf foo.tar.gz

Isto deve criar um novo diretório chamado "foo" no diretório de construção.

Atenção: Averigüe com atenção todos os arquivos. Vá para o diretório recém-criado, e procure cuidadosamente por comandos maliciosos no PKGBUILD e em qualquer .install arquivo. Em caso de dúvida, NÃO construa o pacote, e procure ajuda nos fóruns ou na lista de discussão.
$ cd foo
$ nano PKGBUILD
$ nano foo.install

Crie o pacote. Depois de confirmar, manualmente, a integridade dos arquivos, execute makepkg como usuário normal no diretório de construção.

$ makepkg -s

A opção -s usará o sudo para instalar qualquer dependência necessária. Se o uso do sudo for indesejável, instale antes as dependências você mesmo, e exclua a opção -s do comando acima.

Instale o pacote

Instale o pacote usando o pacman. Um tarball deve ser criado e nomeado:

<nome da aplicação>-<número da versão>-<architecture>.pkg.tar.gz

Este pacote pode ser instalado usando o comando de "upgrade" do pacman:

# pacman -U foo-0.1-i686.pkg.tar.gz   
Nota: O exemplo acima é apenas um breve resumo do processo de construção do pacote. Uma visita a página do makepkg e do ABS fornecerá mais detalhes e é altamente recomendado (principalmente para usuários de primeira viagem).

Compartilhando PKGBUILDs no SEM SUPORTE

O usuário tem um papel essencial no AUR, que não pode desenvolver seu potencial sem o suporte, envolvimento, e contribuição da comunidade de usuários como um todo. O ciclio de vida de um pacote do AUR começa e termina com o usuário, e requer que o usuário contribua de várias formas.

Usuários podem compartilhar PKGBUILDs usando a área SEM SUPORTE do AUR. O SEM SUPORTE não contém nenhum pacote binário, mas permite aos usuários fazer upload de PKGBUILDs, que podem ser baixados por outros. Esses PKGBUILDs são totalmente não-oficiais e não foram examinados completamente, então eles devem ser usados por sua conta e risco.

Feedback

Um espaço para comentários que permite aos usuários fornecer sugestões e feedback ao contribuidor do PKGBUILD. Evite colar patches (remendos) ou PKGBUILDs na seção de comentários. Eles logo tornam-se obsoletos, e terminam tomando muito espaço sem necessidade. Ao invés disso, mande por email os arquivos ao mantenedor, ou mesmo use um pastebin como o http://aur.pastebin.com.

Uma das atividades mais fáceis para todos os usuários do Arch é navegar no AUR e votar em seus pacotes prediletos, usando a interface online. Todos os pacotes são elegíveis para serem adotados por um TU (Trusted User) para a inclusão no repositório [community], e a contagem de votos é uma das coisas levadas em conta nesse processo; votar é do interesse de todos!

Submetendo Pacotes para SEM SUPORTE

Depois de se conectar à interface web do AUR, o usuário pode submeter um tarball em gzip (.tar.gz) de um diretório contendo arquivos de compilação para um pacote. O diretório dentro do tarball deve conter um PKGBUILD, quaisquer arquivos .install, patches, etc. (ABSOLUTAMENTE não binários). Exemplos do que uma diretório deve conter pode ser visto dentro de /var/abs se ABS foi instalado.

O tarball pode ser criado com o seguinte comando:

$ makepkg --source

Nota que esse é um tarball em gzip; supondo que você está submetendo ao AUR um pacote chamado libfoo, quando você criar o arquivo, ele deve parecer com:

# Lista do conteúdo de um tarball.
$ tar tf libfoo-0.1-1.src.tar.gz
libfoo/
libfoo/PKGBUILD
libfoo/libfoo.install

Quando submeter um pacote, deve ser observado as seguintes regras:

  • Verifique [core], [extra], e [community] a procura do pacote. Se ele está dentro de um desses repositórios em ALGUMA forma, NÃO submeta o pacote (se o pacote atual está quebrado ou sem algum ter incluído algum recurso, favor criar um relatório de bug no FlySpray).
  • Verifique no SEM SUPORTE pelo pacote. Se ele já tem um mantenedor, alterações podem ser submetidas em comentários para chamar atenção do mantenedor. Se o pacote não tem um mantenedor, o pacote pode ser adotado e atualizado como precisar.
  • Verifique atentamente se o pacote que você está enviando está correto. Todos contribuidores devem ler e aderir aos Arch Packaging Standards quando estiver escrevendo PKGBUILDs. Isso é essencial para o funcionamento suave e sucesso como um todo do AUR. Lembre-se que você não vai ganhar nenhuma ou respeito de seus próximos gastando o tempo deles com PKGBUILDs ruins.
  • Pacotes que contém binários ou que são mal escritos podem ser deletados sem aviso.
  • Se você não tem certeza sobre o processo de empacotamento (ou de compilação/submissão) de alguma forma, submeta o PKGBUILD para a Lista de Discussão do AUR ou para sessões de AUR no forum para uma revisão pública antes de adicionar ao AUR.
  • Tenha certeza que o pacote é útil. Alguém mais vai querer esse pacote? Ele é extremamente especializado? Se mais do que poucas pessoas pensariam nesse pacote como útil, então é apropriado para ser submetido.
  • Adquira alguma experiência antes de submeter pacotes. Compile alguns pacotes para aprender o processo e depois submeta.
  • Se você submeter um package.tar.gz com uma arquivo chamado 'package' nele, você vai receber uma mensagem de erro: 'Não pode alterar o diretório /home/aur/unsupported/package/package'. Para resolver isso, renomeie o arquivo 'package' para alguma coisa diferente. Por exemplo, 'package.rc'. Quando ele estiver instalado no diretório pkg você pode renomeá-lo de volta para 'package'.

Maintaining Packages in UNSUPPORTED

  • Check for feedback and comments from other users and try to incorporate any improvements they suggest; consider it a learning process!
  • Please DO NOT just submit and forget about packages! While in UNSUPPORTED, it is the user's job to maintain the package by checking for updates and improving the PKGBUILD.
  • If you do not want to continue to maintain the package for some reason, disown the package using the AUR web interface and/or post a message to the AUR Mailing List.

[community]

The [community] repository, maintained by Trusted Users, contains the most popular packages from UNSUPPORTED. It is enabled by default in pacman.conf. If disabled/removed, it can be enabled by uncommenting/adding these two lines:

/etc/pacman.conf
...
[community]
Include = /etc/pacman.d/mirrorlist
...

[community], unlike UNSUPPORTED, contains binary packages that can be installed directly with pacman and the build files can also be accessed with ABS. Some of these packages may eventually make the transition to the [core] or [extra] repositories as the developers consider them crucial to the distribution.

Users can also access the [community] build files by editing /etc/abs.conf and enabling the community repository in the REPOS array.

FAQ

Template:FAQ

Template:FAQ

Template:FAQ

Template:FAQ

Template:FAQ

Template:FAQ

Template:FAQ

Template:FAQ

Template:FAQ

Template:FAQ

Template:FAQ