Start X at Boot (Português)

From ArchWiki
Revision as of 04:29, 16 August 2013 by Swatquest (Talk | contribs)

Jump to: navigation, search

Template:Article summary start Template:Article summary text Template:Article summary heading Template:Article summary wiki Template:Article summary wiki Template:Article summary wiki Template:Article summary end

Um gestor de display pode ser utilizado para prover uma tela de login e incializar o servidor X. Este artigo explica como isto pode ser feito utilizando um terminal virtual existente.

Para inciar o X manualmente, startx ou xinit são utilizados. Ambos executarão o ~/.xinitrc, que pode ser customizado para iniciar um gerenciador de janelas de sua escolha como descrito no artigo xinitrc.

Arquivo profile do shell

Nota: Isso roda o X na mesma tty usada para login, que é requerida para manter as permissões locais.
  • Para o bash, adicione o seguinte no final do ~/.bash_profile. Se o arquivo não existir, copie uma versão do diretório skel /etc/skel/.bash_profile.

Para o zsh, adicione o seguinte em ~/.zprofile.

arquivo profile do shell
[[ -z $DISPLAY && $XDG_VTNR -eq 1 ]] && exec startx
Nota:
  • Você pode susbstituir a comparação -eq 1 com uma outra como -le 3 (vt1 para vt3) se você quiser usar logins gráficos em mais de um terminal virtual.
  • X deve sempre rodar no mesmo tty onde o login ocorreu, para preservar a sessão logind. É tratado pelo padrão /etc/X11/xinit/xserverrc.
  • Para Fish, adicione o seguinte no final do seu ~/.config/fish/config.fish.
# start X at login
if status --is-login
    if test -z "$DISPLAY" -a $XDG_VTNR = 1
        exec startx
    end
end

Dicas

  • Este método pode ser combinado com login automático para console virtual. Ao fazer isso, você tem que definir as dependências corretas para o serviço autologin do systemd garantir que dbus seja iniciado antes de ler ~/.xinitrc e, portanto, pulseaudio iniciado (veja: BBS#155416)
  • Se quiser permanecer conectado quando a sessão X termina, remova exec.
  • Para redirecionar a saída da sessão X para um arquivo, crie um alias:
alias startx='startx &> ~/.xlog'