Difference between revisions of "The Arch Way (Português)"

From ArchWiki
Jump to: navigation, search
Line 32: Line 32:
 
Ao passo que muitas distribuições GNU/Linux tentam ser mais "user-friendly", o Arch Linux sempre foi e sempre será 'user-centric ".
 
Ao passo que muitas distribuições GNU/Linux tentam ser mais "user-friendly", o Arch Linux sempre foi e sempre será 'user-centric ".
  
Os objetivos e acomodações competentes dos usuários do GNU/Linux dão a eles o controle completo e responsabilidade sobre o sistema.
+
'''Os objetivos e acomodações competentes dos usuários do GNU/Linux dão a eles o controle completo e responsabilidade sobre o sistema.'''
  
 
Os usuários do Arch Linux administram totalmente o sistema por conta própria. O próprio sistema oferece um pouco de assistência, exceto para um conjunto simples de ferramentas de manutenção que são projetadas para perfeitamente retransmitir os comandos do usuário do sistema.  
 
Os usuários do Arch Linux administram totalmente o sistema por conta própria. O próprio sistema oferece um pouco de assistência, exceto para um conjunto simples de ferramentas de manutenção que são projetadas para perfeitamente retransmitir os comandos do usuário do sistema.  

Revision as of 16:48, 8 April 2010

This template has only maintenance purposes. For linking to local translations please use interlanguage links, see Help:i18n#Interlanguage links.


Local languages: Català – Dansk – English – Español – Esperanto – Hrvatski – Indonesia – Italiano – Lietuviškai – Magyar – Nederlands – Norsk Bokmål – Polski – Português – Slovenský – Česky – Ελληνικά – Български – Русский – Српски – Українська – עברית – العربية – ไทย – 日本語 – 正體中文 – 简体中文 – 한국어


External languages (all articles in these languages should be moved to the external wiki): Deutsch – Français – Română – Suomi – Svenska – Tiếng Việt – Türkçe – فارسی

Os cinco seguintes princípios fundamentais nos dizem o que é comumente relacionado ao jeito Arch, ou a Filosofia Arch, talvez melhor resumidos pelo acrônimo KISS para Keep It Simple, Stupid (Mantenha simples, estúpido).

Simplicidade

"Simplicidade é a última sofisticação." – Leonardo Da Vinci

Simplicidade é absolutamente o principal objetivo detrás do desenvolvimento Arch. Muitas distribuições GNU/Linux se definem como "simples". No entanto, a própria simplicidade tem muitas definições.

O Arch linux define simplicidade como 'sem acréscimos desnecessários, modificações, ou complicações', e fornece uma leve estrutura UNIX-like que permite a um usuário individual moldar o sistema de acordo com as suas necessidades. Em resumo, uma abordagem elegante e minimalista.

Uma leve estrutura construída com padrões de alta programação tende a ter menor demanda dos recursos do sistema. O sistema básico é desprovido de toda desordem que pode obscurecer partes importantes do sistema, ou tornar o acesso a elas difícil ou complicado.

Tem um conjunto simplificado sucintamente comentado, arquivos de configuração limpos que são organizados para um acesso rápido e edição, sem complexas ferramentas de configuração gráfica para esconder as possibilidades do usuário. Um sistema Arch Linux é, portanto, facilmente configurável para isso.

Complexidade sem complicação.

O Arch Linux retém as complexidades inerentes de um sistema GNU/Linux intacto, mantendo-as bem organizadas e transparentes. Os desenvolvedores e usuários do Arch Linux acreditam que tentar esconder as complexidades de um sistema geralmente resulta em um sistema ainda mais complexo, e é por isso evitado.

Correção de código sobre conveniência

O Arch Linux precede sobre a elegância do design, bem como a clareza, código simples, ao invés de arranjos desnecessários, automação, eye candy ou "newbie-friendliness". Os patches do software são mantidos a um mínimo absoluto -- de preferência, nunca. A implementação simples é sempre um trunfo da interface de usuário simples.

Simplicidade de implementação, elegância de código, e minimalismo serão sempre as prioridades regentes do desenvolvimento do Arch.

Conceitos, designs e funcionalidades são geradas e implementadas pelo uso dos príncipios do Arch Way como um guia, ao invés de influências externas. A equipe de desenvolvimento é decidida no seu empenho e dedicação a filosofiaa do Arch Way. Se você compartilha essa visão, você é bem-vindo e incentivado a usar o Arch.

User-centric

Ao passo que muitas distribuições GNU/Linux tentam ser mais "user-friendly", o Arch Linux sempre foi e sempre será 'user-centric ".

Os objetivos e acomodações competentes dos usuários do GNU/Linux dão a eles o controle completo e responsabilidade sobre o sistema.

Os usuários do Arch Linux administram totalmente o sistema por conta própria. O próprio sistema oferece um pouco de assistência, exceto para um conjunto simples de ferramentas de manutenção que são projetadas para perfeitamente retransmitir os comandos do usuário do sistema.

Este design user-centric necessariamente implica numa certa abordagem "faça você mesmo" para usar a distribuição Arch. Em vez de buscar ou requisitar assistência de um novo recurso a ser implementado pelos desenvolvedores, os usuários do Arch Linux têm uma tendência a resolver problemas eles mesmos e a compartilhar os resultados como a comunidade e a equipe de desenvolvimento -- uma filosofia "Faça primeiro, depois pergunte". Isto é especialmente verdade devido aos pacotes contribuídos pelos usuários encontrados no Arch User Repository -- o repositório oficial do Arch Linux para os pacotes mantidos pela comunidade.

Abertura

A abertura vai de mãos dadas com a simplicidade, e é também um dos princípios orientadores do desenvolvimento do Arch Linux.

O Arch Linux utiliza ferramentas simples, que são selecionadas ou construídas com a abertura dos fontes e sua saída em mente.

A abertura remove todo limite e abstração entre o usuário e o sistema, fornecendo mais controle, enquanto simultaneamente simplifica a manutenção do sistema.

A natureza aberta do Arch Linux também implica numa curva de aprendizagem bastante acentuada, mas os usuários experientes tendem a encontrar outros sistemas fechados mais inconvenientes para controlar.

O princípio da abertura estende-se aos membros da comunidade. Os usuários do Arch Linux são conhecidos por serem abertos a ajudar e aconselhar, bem como com contribuições de pacotes para a comunidade mantenedora do Arch User Repository (AUR).

Liberdade

Outro princípio de orientação do desenvolvimento do Arch Linux é a liberdade. Os usuários não são permitidos somente para tomar todas as decisões sobre a configuração do sistema, mas também escolhem o que seu sistema será.

Ao manter o sistema simples, o Arch Linux fornece a liberdade para fazer qualquer escolha sobre o sistema.

O Arch recém-instalado contém apenas componentes do núcleo básico sem nenhuma configuração automática realizada. Os usuários são capazes de configurar o sistema como eles desejarem, do terminal. Do início do processo de instalação, todo componente do sistema é 100% transparente e acessível para acesso instantâneo, remoção, ou substituição por componentes alternativos.

O grande número de pacotes e scripts nos vários repositórios do Arch Linux também apoiam a liberdade de escolha, oferecendo software livre e aberto para aqueles que preferem, bem como pacotes de softwares proprietários, para aqueles que abraçam 'funcionalidade a ideologia'. É o usuário que escolhe.

Como Judd Vinet, o fundador do projeto Arch Linux disse: "[Arch Linux] é o que você faz."

Veja também

The Arch Way v2.0