The Arch Way (Português)

From ArchWiki
Revision as of 18:54, 25 March 2007 by DERA (Talk | contribs)

Jump to: navigation, search


Tango-document-new.pngThis article is a stub.Tango-document-new.png

Notes: please use the first argument of the template to provide more detailed indications. (Discuss in Talk:The Arch Way (Português)#)
Template:I18n links start

Template:I18n entry Template:I18n entry Template:I18n entry Template:I18n entry Template:I18n links end

Princípios e Filosofia do Arch Linux

Esta página pretende descrever os princípios e a filosofia do Arch Linux. Não existia antes documento algum sobre A Maneira do Arch: provavelmente tal não voltará a acontecer. Sucintamente, A Maneira do Arch assenta em "liberdade de escolha, manter a simplicidade, aprendizagem e, controlo do utilizador".

Princípios

Eu, Judd Vinet, comecei a desenvolver o Arch por duas razões:

  1. Não consegui encontrar nenhuma outra distribuição que cumprisse os meus ideais. Algumas aproximavam-se bastante do que eu pretendia mas existiam particularidades irritantes ou inútil complexidade que parecia atrapalhar muito mais do que ajudar;
  2. Por divertimento - para dar alguma coisa de volta à comunidade do software livre à qual tenho ido buscar tanto.


Por natureza básica o Arch é:

  • Leve e simples. Notar que isso não significa que seja para todos...
  • NÃO projectado como distribuição para iniciados; foi planeada para utilizadores mais experientes. O objectivo é desenvolver o Arch o mais próximo possível de uma base perfeita tanto quanto humanamente possível. Uma base que não inclua ferramentas vistosas e mecanismos de auto-configuração mas antes de mais ferramentas manuais de configuração e poucas funções que os utilizadores possam posteriormente desenvolver e /ou aprender por si sós.
  • Um presente, novamente, "... para dar alguma coisa de volta à comunidade do software livre à qual tenho ido buscar tanto". Quando você recebe um presente de alguém normalmente é esperado que dê algo em troca. Deste modo, são bem-vindas as ideias, ferramentas e sugestões dos utilizadores.
  • Consciente de que existem dois lados que contribuem para o Arch Linux: Desenvolvedores e Utilizadores. Não contamos que os dois lados confluam , mas que mantenham um mútuo relacionamento onde cada um pode recolher o que quiser para adicionar à sua máquina; os nossos OBJECTIVOS são:
  • NÃO permitir que as ferramentas de configuração / interfaces gráficas (no original GUIs: Graphical User Interfaces) controlem o sistema, mas que este seja controlado pelo utilizador. Não existe nada de errado com as interfaces gráficas desde que estas mantenham este princípio.
  • NÃO ser controlado pelas, ou dependente do que as ferramentas proporcionam. Aquando do desenvolvimento ou da escolha de um utilitário este deve ser escrito numa linguagem de programação legível e que seja possível "crakear" (KISS: Keep it Simple Stupid) de modo a permitir que os utilizadores o modifiquem se assim entenderem.