CLR package guidelines (Português)

From ArchWiki
(Redirected from Diretrizes de pacotes Wine)
Jump to: navigation, search
Diretrizes de criação de pacotes

CLRCrossEclipseFree PascalGNOMEGoHaskellJavaKDEKernelLispMinGWNode.jsNonfreeOCamlPerlPHPPythonRRubyVCSWebWine

Este documento define o padrão para a empacotamento de projetos Common Language Runtime (.NET) sob Arch Linux. Atualmente, apenas o Mono é capaz de fornecer um runtime CLR usável e eficiente para vários sistemas e esse padrão refletirá seu uso. Esteja ciente de que muitos programas CLR foram desenvolvidos com o Microsoft .NET em mente e, como tal, podem ou não ser executados em Mono por causa de fatores exclusivos do .NET, como chamadas P/Invoke e APIs de Gestão Digital de Direitos (DRM) da Microsoft e, portanto, não produzirá um pacote utilizável para o Arch Linux. No entanto, se combinado com Wine a partir da versão 1.5.6 (?), seu pacote pode ter a chance de executar sob ele. Consulte as diretrizes de pacotes Wine para obter mais informações, se tal for o caso.

Pegadinhas de empacotamento

  • Sempre adicione mono a depends
  • Sempre defina arch como any. Mono não oferece suporte a compilar (executar?) montagens de 64 bits.
  • Sempre adicione !strip a options
  • Se o pacote é uma biblioteca (DLL), considere instalá-lo ao Global Assembly Cache (GAC) do Mono, se ele for usado como uma dependência.
  • Se a montagem é pré-compilada e vem com um arquivo de banco de dados para depuração de programas (Foo.dll.pdb), considere convertê-la como tal: pdb2mdb Foo.dll
  • Se o pacote destina-se a ser um executável (EXE), certifique-se de instalar em /usr/bin um shell script para executá-lo, similar a esse:
#!/bin/sh
mono foo.exe $@

Montagens assinadas

Se o pacote for instalado no GAC, certifique-se de ter um arquivo de chave assinado. Caso contrário, você pode gerar um como este: sn -k 1024 Foo.snk. Em seguida, a forma mais fácil de embutir o arquivo chave na montagem para ser desmontada assim: monodis Foo.dll --output=Foo.il. Após, remonte-o assim: ilasm /dll /key:Foo.snk Foo.il

Exemplos de PKGBUILD

Os exemplos a seguir vão tentar cobrir algumas das convenções mais comuns e sistemas de compilação.

xbuild

Unsigned DLL

# Maintainer: yourname <yourmail>
pkgname=foo
pkgver=1.0
pkgrel=1
pkgdesc="Fantabulous library for .Net"
arch=('any')
url="http://www.foo.bar"
license=('GPL')
depends=('mono')
options=('!strip')
source=("http://www.foo.bar/foobar.tar.gz")
md5sums=('4736ac4f34fd9a41fa0197eac23bbc24')

build() {
  cd "${srcdir}/foobar"

  xbuild Foo.sln

  # if the package is unsigned, do the following:
  cd "/bin/x86/Debug"
  monodis Foo.dll --output=Foo.il
  sn -k 1024 Foo.snk
  ilasm /dll /key:Foo.snk Foo.il
}

package() {
  cd "${srcdir}/foobar/bin/x86/Debug"

  install -Dm644 Foo.dll "$pkgdir/usr/lib/foobar/Foo.dll"
  install -Dm644 Foo.dll.mdb "$pkgdir/usr/lib/foobar/Foo.dll.mdb"
  
  # Register assembly into Mono's GAC
  gacutil -i Foo.dll -root "$pkgdir/usr/lib"
}

NAnt

Prebuild