incron (Português)

From ArchWiki
Jump to navigation Jump to search

Status de tradução: Esse artigo é uma tradução de incron. Data da última tradução: 2019-11-10. Você pode ajudar a sincronizar a tradução, se houver alterações na versão em inglês.

incron é um daemon que monitora eventos de sistemas de arquivos e executa comandos definidos nas tabelas do sistema e do usuário.

Instalação

Instale o pacote incron.

Ativação e inicialização automática

Após a instalação, o daemon não será ativado por padrão. Ele pode ser habilitado usando systemctl.

Configuração

Os incrontabs nunca devem ser editados diretamente; em vez disso, os usuários devem usar o programa incrontab para trabalhar com seus incrontabs.

Usando incrontab

Para visualizar seus incrontabs, os usuários devem emitir o comando:

$ incrontab -l

Para editar suas incrontabs, eles devem usar:

$ incrontab -e

Para remover as incrontabs, eles podem usar:

$ incrontab -r

Para recarregar incrond, use:

$ incrontab -d

Para editar a incrontab de outro usuário, execute o seguinte comando como root:

$ incrontab -u usuário

Formato de incrontab

Cada linha em um arquivo incrontab é uma tabela que o dameon executa quando um evento acontece em um determinado diretório ou arquivo.

O formato básico para um incrontab é:

caminho máscara comando
  • caminho é o diretório ou arquivo que incrond vai monitorar por alterações.
  • máscara é o tipo de evento de sistema de arquivos que icrond vai monitorar. Esse parâmetro pode ser separado por vígulas.
  • comando é o comando a ser executado após ocorrer(em) o(s) evento(s) de sistema de arquivos especificado(s).

Tipos de máscaras

O incrontab usa tipos de máscara para especificar qual evento do sistema de arquivos monitorar. Para mais opções, consulte inotify(7)

Para acionar um comando se um arquivo for acessado ou lido:

IN_ACCESS

Para acionar um comando se os metadados de um arquivo forem alterados (por exemplo, carimbos de data/hora, permissões):

IN_ATTRIB

Para acionar um comando se um arquivo aberto para gravação estiver fechado:

IN_CLOSE_WRITE

Para acionar um comando se um arquivo ou diretório não aberto para gravação estiver fechado:

IN_CLOSE_NOWRITE

Para acionar um comando se um arquivo ou diretório for criado em um diretório monitorado:

IN_CREATE

Para acionar um comando se um arquivo ou diretório for excluído de um diretório monitorado:

IN_DELETE

Para acionar um comando se um arquivo ou diretório monitorado for excluído (ou movido para um sistema de arquivos diferente):

IN_DELETE_SELF

Para acionar um comando se um arquivo foi modificado:

IN_MODIFY

Para acionar um comando se um arquivo ou diretório monitorado for movido dentro do sistema de arquivos:

IN_MOVE_SELF

Para acionar um comando se um arquivo ou diretório for movido para fora do diretório monitorado:

IN_MOVED_FROM

Para acionar um comando se um arquivo ou diretório for movido para o diretório monitorado:

IN_MOVED_TO

Para acionar um comando se um arquivo ou diretório monitorado for aberto:

IN_OPEN